Buscas a Lázaro entram no 12° dia com barreiras em estradas de terra e rodovias de Cocalzinho e Águas Lindas de Goiás

    0
    191

    Quem passa pela BR-070 é abordado pela polícia, que fiscaliza dentro dos veículos e porta-malas. Mais de 270 agentes procuram pelo fugitivo com o apoio de cães farejadores, entre eles a cadela que atuou em Brumadinho.

    As buscas por Lázaro Barbosa, suspeito de matar uma família em Ceilândia, entram no 12º dia. A força-tarefa segue com várias barreiras em estradas de terra e rodovias nas regiões de Cocalzinho e Águas Lindas de Goiás. Na base de comando, no distrito de Girassol, equipes das forças especializadas de segurança e cães farejadores, entre eles a cadela que atuou em Brumadinho, estão reunidos. Outros policiais seguem no mato em buscando fugitivo.

    VÍDEOS: os relatos, os momentos de tensão e as últimas notícias da fuga de Lázaro

    Quem passa pela BR-070 é abordado pela polícia, seja durante o dia ou madrugada. Eles fiscalizam dentro do carro e porta-malas. Até sexta-feira (18), a força-tarefa tinha 270 agentes. No sábado (19), pelo primeiro dia, a Secretaria de Segurança Pública não fez uma coletiva para passar informações sobre as buscas pelo fugitivo e um balanço da operação.

    Em nota, a SSP disse que as buscas ainda estão em andamento e que as equipes “estão cada dia mais conhecedoras das peculiaridades da área de atuação e do perfil de ação de Lázaro”.

    Buscas com cães

    Cadela que atuou em Brumadinho atua nas buscas por Lázaro Barbosa
    Cadela que atuou em Brumadinho atua nas buscas por Lázaro Barbosa

    Policias de elite das polícias Civil, Militar e Federal fazem as buscas. Durante os trabalhos são usados helicópteros, drones com visão térmica, equipamentos com visão noturna, forte armamento e cães farejadores, entre eles a cadela que atuou em Brumadinho e chegou a Cocalzinho de Goiás no sábado, junto com outros três cachorros.

    Segundo o Corpo de Bombeiros, que também atua nas buscas, esses cães são treinados para achar o cheiro de pessoas vivas ou mortas pelo ar, por isso, podem contribuir para encontrar o fugitivo que, segundo a polícia, por ser caçador, ele se esconde com facilidade em rios e matas.

    Fonte: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2021/06/20/buscas-a-lazaro-entram-no-12-dia-com-barreiras-em-estradas-de-terra-e-rodovias-de-cocalzinho-e-aguas-lindas-de-goias.ghtml

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo