Conta de luz mais cara puxa maior inflação para junho desde 2018

    0
    195

    Índice oficial de preços saltou 0,53% no mês passado e acumulou ganho de 3,77% no primeiro semestre, aponta IBGE

    • ECONOMIA | Do R7
    • 08/07/2021 – 09H02 (ATUALIZADO EM 08/07/2021 – 09H13)

    Guiada pela cobrança adicional no valor das contas de luz, a inflação oficial para o mês de junho saltou 0,53%. De acordo com o IBGE (Insituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é a maior variação de preços para o mês desde 2018.

    Com a variação, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) disparou 3,77% no primeiro semestre deste ano.

    No acumulado dos últimos 12 meses, a variação de preços é de 8,35%, a maior desde os 8,48% de setembro de 2016. O resultado também mantém o índice acima ao teto da meta estabelecida para a inflação neste ano, de 5,25%.

    Vilã do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em junho, as tarifas de energia elétrica subiram 1,95% no mês. A é impulsionada pela adoção da bandeira tarifária de vermelha patamar 2, com cobrança adicional de R$ 6,243 a cada 100 kWh consumidos.

    Para este mês de julho, a tarifa de energia deve continuar pressionando o bolso dos brasileiros devido ao reajuste de 52% (para R$ 9,49 a cada 100 quilowatts-hora consumidos) na cobrança extra vigente. O aumento foi aprovado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e leva em conta a crise hídrica brasileira.

    Conta de Luz / Energia - Entendendo o que está incluso. - CUBi Energia

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo