A cada 15 minutos, uma menina de até 12 anos é estuprada no Brasil

    0
    305

    Camila Brandalise

    Atualizada

    22/07/2021 09h00

    Como será em agosto guando começar o periodo escolar no que diz respeito ao estupro de vulneravel.

    Apesar de o senso comum ainda enxergar o estupro como um crime que acontece em ruas e becos escuros, com mulheres adultas vítimas de um homem desconhecido, os dados mostram que a realidade é outra. Em 2020, no Brasil, 53% das vítimas de estupro eram meninas de até 12 anos, o equivalente a cerca de um caso a cada 15 minutos, e, em 85% das situações, o estuprador era conhecido.

    Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública lançado nesta quinta-feira (15), que analisou boletins de ocorrência de estupro e de estupro de vulnerável — quando a vítima é menor de 14 anos ou não pode oferecer resistência por algum motivo.

    O estudo é publicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Ainda que a pesquisa apresente um número alarmante de 60 mil episódios de violência sexual, houve uma quebra no padrão de aumento anual dos registros, que vinha aparecendo desde a edição de 2015 da pesquisa. Em 2020, houve uma queda de 14% em relação a 2019.”

    Crianças são estupradas dentro de casa” Como explica Samira Bueno, diretora executiva do FBSP, a diminuição dos casos no ano passado se deu, sobretudo, pela queda brusca nos registros assim que a quarentena foi decretada, entre março e abril. “Como é um tipo de registro que precisa ser feito pessoalmente e é necessário passar por um exame de corpo de delito, a queda pode ter acontecido porque as pessoas não estavam saindo de casa.

    Sabemos que os registros caíram, mas não dá para dizer que houve menos casos”, afirma. Ela reforça que mesmo com uma aparente diminuição, os números seguem altos. A situação fica ainda mais crítica por se tratar de um momento que muitas crianças não estão indo para a escola ou convivendo com outras pessoas que pudessem ajudá-las caso identificassem uma situação de violência sexual. “As crianças estão sendo estupradas dentro de casa, que deveria ser um lugar de proteção, mas é de violência.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo