Após acordar com fraturas, Joice Hasselmann cogita ataque e aciona polícia

    0
    297

    Após acordar com fraturas, Joice Hasselmann cogita ataque e aciona polícia

    Traumas no joelho, costela, ombro e nuca. Cinco fraturas no rosto e uma na coluna. Dentes quebrados e cortes nos lábios e queixo. A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) tornou pública, nesta quinta-feira (22/7), ao jornal O Globo, uma série de ferimentos que alega ter sofrido ainda no último domingo (18/7).

    Joice relata que acordou em uma poça de sangue no chão do apartamento funcional em que vive com o marido, em Brasília, por volta das 7h da manhã de domingo, quando constatou todos os ferimentos ao longo do corpo.

    A parlamentar deixou claro não se lembrar exatamente do que ocorreu, apenas de dormir em um dos quartos do apartamento enquanto assistia tevê no sábado (17/7) — Joice dorme em quarto separado do marido, o neurocirurgião Daniel França, por conta do ronco do homem, como relatou a própria parlamentar.

    Após acordar (já no domingo), Joice percebeu o sangue pela casa e acionou o marido, que lhe fez curativos e a medicou. Na terça-feira (20/7), a deputada procurou o Hospital Sírio-Libanês, que constatou as lesões. “É improvável que eu tenha conseguido cair de jeitos diferentes para lesionar tantas partes do meu corpo. Um dos médicos que me atendeu perguntou se eu levei chutes. Mas não posso acusar sem provas. Não me lembro de nada”, explicou.

    As “provas”, contudo, já estão sendo buscadas por Joice, que acionou a Polícia Legislativa (Depol) para investigar o caso. A deputada também procurou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para conversar sobre as possíveis agressões. “Eles (a polícia) vão investigar o caso, solicitarão as imagens das câmeras do prédio para analisar a movimentação. Amanhã (nesta sexta-feira — 23/7) eu prestarei depoimento e indicarei testemunhos, como meu marido, funcionários da casa e porteiros do prédio”, pontuou Joice, que ainda completa: “A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado”. Após o episódio, a parlamentar buscou um segurança particular em São Paulo, não dorme mais sozinha, trocou as fechaduras da casa e diz que passará a andar armada.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo