Maior cobra do Brasil não quebra ossos de presas, como se pensa

    0
    310

    Sucuri-verde usa estratégia de ‘estrangulamento’ dos vasos sanguíneos dos animais; segunda maior cobra do mundo é encontrada com mais facilidade na Amazônia e no Pantanal.

    Por Giulia Bucheroni, Terra da Gente

    23/07/2021 11h47  Atualizado há 1h00 hoje

    Quem já assistiu ao filme “Anaconda”, produzido em 1997, pode jurar que as sucuris são cobras perigosíssimas e aterrorizantes. No entanto, basta ter acesso à informações simples para tirar essa imagem Hollywoodiana da cabeça e desmentir tradicionais ‘fake news’ envolvendo a espécie.

    Começando pela falsa ideia de que existem indivíduos com mais de 10 ou 15 metros de comprimento.

    “Apesar de ser a maior cobra do Brasil e a segunda maior do mundo – atrás apenas de uma piton da África; a maior sucuri-verde (Eunectes murinus) já registrada cientificamente tinha cerca de oito metros. Mesmo antes da internet, muitas pessoas inventavam histórias e até faziam montagens com fotografias de cobras gigante. Com os recursos da tecnologia essas invenções só foram aperfeiçoadas”, explica o biólogo Cláudio Machado, que desmente outros mitos típicos sobre a espécie.

    Michel Zoghzhog flagrou duas onças-pintadas atacando uma sucuri — Foto: MICHEL ZOGHZOGHI/WPY/BBC
    Michel Zoghzhog flagrou duas onças-pintadas atacando uma sucuri — Foto: MICHEL ZOGHZOGHI/WPY/BBC

    “Ela não possui veneno, não é capaz de comer bois e vacas e muito menos pessoas. Além disso, não quebra os ossos das presas para se alimentar: a estratégia de caça por constrição na verdade resulta no ‘estrangulamento’ dos vasos sanguíneos dos animais, que acabam fazendo com que a presa fique sem oxigênio e morra”, disse.

    No cardápio da sucuri-verde estão mamíferos de pequeno e médio porte que costumam ficar próximos à água, como capivaras, antas e cervos; aves, lagartos e jacarés.

    “As onças pintadas e pardas também podem ser presas da sucuri, assim como podem ser predadoras da cobra”, comenta Machado, que destaca as habilidades da espécie na água.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo