Justiça decreta prescrição de pena de Marconi Perillo por caixa dois, mas pena está prescrita

    0
    384

    O tucano foi condenado a 1 ano e 8 meses de prisão, mas como já se passaram mais de 4 anos da denúncia, a corte entendeu pela prescrição da pena

    Da Redação da Radio Jornal Esperança Brasil

    Fonte TRE Tribunal Eleitoral de Goias: 9h00 05/08/2021

    O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) decidiu pela manutenção da condenação do ex-governador Marconi Perillo (PSDB), no processo que o político responde por caixa 2 na campanha eleitoral de 2006, ano em que foi eleito para o senado federal. O tucano foi condenado a 1 ano e 8 meses de prisão, mas como já se passaram mais de 4 anos da denúncia, a corte entendeu pela prescrição da pena. Na prática, mesmo com a condenação, o político não terá de cumprir a pena.

    Vale ressaltar que na primeira instância, após a decisão do juiz eleitoral Wilson da Silva Dias, a pena de Marconi havia sido revertida em prestação de serviços comunitários. Perillo também teria de pagar R$ 18 mil de multa.

    O ex-governador foi condenado pelo crime de falsidade ideológica, termo utilizado nos casos em que há indícios de caixa 2. Além do mencionado crime, o TRE analisava recurso da acusação por peculato, associação criminosa e fraude processual. A corte também julgava o recurso da defesa, que solicitava a absolvição completa de Marconi.

    Denúncia

    Conforme consta na denúncia oferecida pelo Ministério Público Eleitoral, o político teria utilizado servidores públicos no horário de expediente para fins particulares. Além disso, o órgão diz que o tucano usou aviões da Polícia Militar e do hangar do Estado, bem como o uso indevido de serviço de co-piloto na campanha, com dinheiro do Governo.

    A corte entendeu que a pena está prescrita. O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) esta com nome limpo para a proxima eleição de 2022 em Goias.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo