Pazuello reclama de falta de companherismo de Queiroga na defesa da gestão passada na Saúde

    0
    159

    O novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao lado do General Eduardo Pazuello – Evaristo Sa/AFP

    Atualizado em 5 ago 2021, 19h52 – Publicado em 6 ago 2021, 08h11

    General que comandou a Saúde é investigado em diferentes frentes por negligências e irregularidades na pasta durante a pandemia

    Eduardo Pazuello procurou recentemente Jair Bolsonaro no Planalto para detonar o ministro da Saúde Marcelo Queiroga. O general acredita que o sucessor não tem se dedicado a defender — como ele, Pazuello, gostaria — o “legado” que recebeu na Saúde.

    O general, ao reclamar que aqueles que são bons companheiros evitam as críticas pessoais e sempre dão apoio de forma amável aos antecessores assim falou para Presidente Bolsonaro, pediu exatamente o oposto: que Queiroga passe a atuar como espécie de advogado da gestão passada, defendendo a gestão passada sempre que for confrontado com irregularidades e falhas pelos órgãos de controle e pela imprensa.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo