Ministro Alexandre de Moraes determina a prisão de Roberto Jefferson

    0
    236

    Pedido foi feito pela Polícia Federal no inquérito sobre organização criminosa digital contra a democracia

    Renata Souza postado em 13/08/2021 08:31 / atualizado em 13/08/2021 08:51

    O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson, presidente do PTB, por ataques à instituições democráticas. Equipes da Polícia Federal estão em busca do acusado para efetuar a prisão preventiva. A prisão foi solicitada pela Polícia Federal, que identificou sérias ameaças em publicações do parlamentar.

    Além da reclusão, Moraes determinou busca e apreensão de computadores e celulares para aprofundar as investigações. Pelas redes sociais, o próprio ex-parlamentar afirmou que as equipes policiais foram até a casa da sua ex-mulher.

    De acordo com o despacho do magistrado, Jefferson faz parte de uma milícia digital especializada em atacar o Supremo, seus ministros e demais instituições. As diligências fazem parte de um novo inquérito aberto pelo ministro. No YouTube e nas redes sociais, o ex-deputado aparece empunhando armas e ameaçando os ministros, assim como pregando o fechamento do Supremo.

     Opedido de prisão partiu da Polícia Federal, que detectou a atuação de Jefferson em uma espécie de milícia digital que tem feito ataques aos ministros do Supremo e às instituições. A PF alistou diversos vídeos e publicações dele em redes sociais com esses ataques, que fundamentaram o pedido de prisão. A investigação faz parte do novo inquérito aberto por ordem de Moraes após o arquivamento do inquérito dos atos antidemocráticos, para apurar uma organização criminosa digital.

    A filha de Jefferson e ex-deputada federal, Cristiane Brasil (PTB-RJ), afirmou que a família é vítima de “perseguição” e criticou a operação realizada na casa de sua mãe.

    — Mais uma vez a PF tirou minha mãe da cama, às 6h da manhã, que tem 70 anos, dificuldade de locomoção, batendo na casa errada! Ela e meu pai já estão separados há 20 anos! Somos perseguidos políticos. E meu pai, pelo que sei, não está bem de saúde. Daqui a pouco o Alexandre vai mandar prender os filhos também? — disse Cristiane que já foi presa por supostos desvios em contratos de assistência social no município no Rio.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo