OAB denuncia à ONU agressão de PMs a advogado em Goiânia

    0
    355

    Vídeo mostra quando Orcélio Ferreira Silvério Júnior levas socos mesmo algemado e deitado no chão. Entidade goiana pede que caso também seja apurado pelo órgão internacional.

    Por Vitor Santana,

    23/08/2021 08h02

     

    A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Goiás (OAB-GO) denunciou a agressão de PMs a um advogado de Goiânia à Organização das Nações Unidas (ONU). Em reunião, os representantes da entidade goiana relataram que houve violação aos direitos humanos e pedem ao órgão internacional que monitore e investigue o caso, além de cobrar um posicionamento do governo brasileiro. Um vídeo mostra toda violência (veja acima).

    A reunião entre os representantes da OAB e da Relatoria Especial ONU sobre a Independência de Juízes e Advogados aconteceu na sexta-feira (20), de forma online. Durante o encontro, foi relatado que o advogado Orcélio Ferreira Silvério Júnior, de 32 anos, foi agredido, algemado e arrastado pelo chão por policiais militares após interferir em uma abordagem a um cuidador de carros, em Goiânia.

    Segundo o boletim de ocorrências, o autônomo estaria ameaçando clientes a pagar pelo estacionamento. Ao tentar intervir na abordagem, Orcélio é agredido. Um vídeo mostra que, mesmo algemado e deitado no chão, o advogado leva socos e tapas dos militares. Um deles chega a prender o pescoço do agredido entre as pernas.

    Na época, um policial militar foi afastado das ruas. O G1 entrou em contato por e-mail com a Polícia Militar às 7h30 desta segunda-feira (23) para saber se há algum posicionamento sobre a denúncia à ONU e aguarda retorno.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo