Filhas de Gugu acusam a tia Aparecida Liberato de manipulação

    0
    359

    O apresentador deixou mais de R$ 1 bilhão em herança, que agora é disputada entre a família. | Foto: Reprodução

    Postado em: 25-08-2021 às 17h40 atualizado por Marco Aúrelio

    As filhas do apresentador Gugu, Marina e Sofia Liberato, divulgaram nesta quarta-feira (25/08) um vídeo acusando sua tia Aparecida Liberato de tentar manipulá-las a fim de ficar com maior parte da herança deixada pelo artista. Gugu faleceu em 2019, após uma queda de sua casa em Orlando, nos Estados Unidos.

    “Minha tia e os advogados dizem que minha mãe não tinha união estável com meu pai, mas eles tinham sim, nós éramos uma família e só quem sabe a verdade somos nós, eu não sei porque eles não reconhecem minha mãe como companheira do meu pai, porque eu reconheço”, afirmou Sofia em entrevista ao colunista Leo Dias. 

    “Antes eles queriam conversar comigo, mas quando eu discordei deles, não quiseram mais. Eles falaram que nunca vão aceitar que minha mãe era a companheira do meu pai e que era para gente não se meter em nada”, completou Marina.

    As duas relataram desconfiar de mentiras de Aparecida há um tempo, “mas que só agora tinham todos os fatos”. “A gente achou muito estranho o jeito que ela agia com a gente, tratando a gente como criança, representando e explicando as coisas como se a gente tivesse oito anos de idade. A gente procurou uma advogada, mas não deu certo porque minha tia conseguiu tirar ela (do caso). A gente estava pensando em se emancipar, mas não deu certo”, disse Marina.

    Sofia acusou a tia de impedi-la de comprar seu “carro dos sonhos”: um Porsche. “Eu fui pedir um carro, não tinha um e queria muito ter um carro. Pedi para a minha tia a Porsche que sempre sonhei em ter e ela falou que falou com a promotora e que a promotora tinha dito que eu não podia ter esse carro, que era muito de luxo para uma criança de 17 anos. Acabei comprando um carro que era metade do preço do que eu queria e não fiquei feliz.”

    Segundo Marina, a tia restringia o acesso a documentos e assinava em nome das duas. “A gente pedia documentos, eles falavam que iam mandar, mas não mandavam. Pedi para me mandarem um documento que provasse o quanto a gente tinha de dinheiro em um dos bancos do Brasil. Nunca vi o documento”, contou. “Quando o nosso primo pediu um dinheiro altíssimo, ela (tia) assinou como se a gente tivesse concordado. Nem falou com a gente, que só soube pelo jornal.”

    As gêmeas, que moram nos Estados Unidos, foram emancipadas pela mãe, Rose Miriam. Segundo coluna, o apresentador deixou R$ 193 milhões em uma conta, além de um estúdio de TV, postos de gasolina, terrenos e prédios comerciais, que somam R$ 1 bilhão.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo