Bolsonaro afirma que Biden tem “obsessão” por pauta ambiental e diz que ela atrapalha o Brasil

    0
    348

    O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), afirmou nesta segunda-feira (30/08), que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden (Democrata), tem “quase uma obsessão pela questão ambiental” e que isso “atrapalha um pouquinho” o governo brasileiro. A declaração ocorreu durante entrevista a uma rádio goiana.

    Postado em: 30-08-2021 às 15h16 Radio Esperança Brasil

    “Da minha parte, o Brasil está de portas abertas e pronto para continuar a conversa com o governo americano. Obviamente, o governo Biden é um governo mais de esquerda. Um governo que tem quase uma obsessão pela questão ambiental, então isso atrapalha um pouquinho a gente”, disse o presidente.

    “O Brasil é o país que mais preserva o seu meio ambiente. A gente sofre ataques o tempo todo de países europeus. Lá eles não sabem o que é mata ciliar porque não têm. Aqui tem. Nós temos das mais rígidas legislações que tratam dessa questão”, continuou.

    Em 2020, o Brasil liderou o ranking mundial de desmatamento. O país concentrou mais de um terço da superfície de florestas virgens devastadas no planeta, cerca de 1,7 milhão de hectares, segundo o relatório Global Forest Watch, divulgado pelo World Resources Institute.

    O governo de Bolsonaro vem sofrendo grandes críticas durante todo o mandato devido ao avanço do desmatamento no país. Nos últimos dois anos, as críticas costumavam vir de países europeus. Porém, com a chegada de Biden a Casa Branca, a situação mudou.

    Ainda durante a entrevista, o presidente se declarou um “admirador do povo americano” e sem citar o nome do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, disse ter torcido pela reeleição do então mandatário. “Sou admirador do povo americano. Torci por um presidente [Trump] como cidadão, logicamente não posso me intrometer em eleições de outro país. Temos recebido autoridades do governo americano no Brasil, eles têm demonstrado preocupação com o crescimento da esquerda no Brasil e no mundo”, disse.

    “O Brasil está sempre pronto a conversar com outros países. Os EUA são um país importantíssimo. Antes de eu assumir aqui, governos anteriores, tirando o [do ex-presidente Michel Temer], não tinham qualquer simpatia com o governo americano. Então esse diálogo não era bom. Comigo está bom. Sabemos e mantemos contato com o governo americano dos problemas que existem na América Latina; que há interesse, por parte dos EUA, em buscar cada vez mais preservar ou manter a democracia nesses países”, completou.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Enviar comentário!
    Digite seu nome completo