Preços dos alimentos no mundo são os mais caros nos últimos 10 anos

1
363

Segundo FAO, problemas na colheita dos alimentos influenciaram reajustes

Publicado em 07/10/2021 às 17:47

Por Carlos Nacimento

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) informou que os preços das commodities agrícolas aumentaram no último ano. Os problemas na colheita dos alimentos e a demanda chinesa influenciaram o cenário atual.

O aumento foi registrado pelo segundo mês consecutivo. O índice de preços de alimentos da FAO atingiu a média de 130 pontos no mês passado, a maior desde setembro de 2011. Na comparação anual, os preços cresceram 32,8% em setembro. Na comparação com o último mês, o aumento foi de 2%. A justificativa se deve à alta nos preços do trigo, do açúcar, duas das principais matérias primas.

A agência da ONU também projetou uma produção mundial recorde de cereais em 2021. A estimativa mundial pode chegar a 2,8 bilhões de toneladas. Já o consumo de cereais foi estimado em 2,811 bilhões de toneladas.

Porém, a queda das commodities está prevista para os próximos meses, o que deve causar uma forte reorganização nos ativos das carteiras de diversos investidores.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Enviar comentário!
Digite seu nome completo