INSS: Qual será o valor da pensão por morte e das aposentadorias no próximo mês?

0
293

A renda familiar de grande parte dos brasileiros é baseada no salário mínimo. Nele, o mais importante não é a quantia em dinheiro vista de maneira isolada, mas o poder de compra que ele pode proporcionar aos cidadãos.

De Ana Flavia Correa em 9 dez 2021 17:22

Há um tempo, para fazermos uma determinada compra era necessário gastar uma certa quantia, hoje com o mesmo dinheiro não conseguimos comprar os mesmos produtos.

De acordo com a nova previsão, o salário mínimo em 2022  terá o valor de R$1.210,00. 

A quantia atual do salário mínimo é de R$1.100,00, ou seja o piso nacional terá um reajuste de R$110,00. Para chegar a esse valor, o Governo Federal se baseia no Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC, que poderá encerrar o ano em 10,04%.

A correção do salário mínimo afeta o piso nacional e com isso outros benefícios concedidos pelo governo e pelo INSS também são afetados.

É bom lembrar, que como o piso nacional é a base de todos os benefícios pagos pelo governo, nenhum dos proventos pode ter valor inferior ao salário mínimo vigente.

Qual será o valor máximo das pensões e aposentadorias, se a nova previsão for confirmada?

Atualmente, o teto do INSS é de R$6.433,57. Vamos supor que na nova previsão do Governo se confirme, nesse caso o teto das pensões e aposentadorias poderá atingir o valor de 7.079,50.

Quais são os benefícios que serão alterados com o reajuste do salário mínimo?

Após a correção, os benefícios, como: aposentadorias, pensões, auxílios do INSS e abono salarial PIS/Pasep serão modificados. O cálculo do seguro desemprego e o valor do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) pago pelo Microempreendedor Individual (MEI) também serão alterados.

Importante: Os beneficiários que recebem um salário mínimo (R$1.100,00) de pensão ou aposentadoria, passarão a receber R$1.210,00, se a previsão se confirmar.

Mesmo que os valores não tenham sido definidos, o INSS divulgou recentemente o calendário de pagamento do benefício.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Enviar comentário!
Digite seu nome completo